quarta-feira, 22 de maio de 2013

Realidade de um Estudante Indígena


Nota: sete indígenas discentes da UnB, sendo seis ticunas e um cocama, estão sendo despejados de seu apartamento, localizado na Vila Planalto. Tal despejo se deu pelo atraso dos auxilios pagos pela FUNAI. "estamos com o prazo de 2 dias pra deixar o apartamento, pois além da quebra de contrato nos estamos em atraso no aluguel",palavras de Tony Leao Santana , estudante de medicina. Já Alessandro, estudante de Engenharia Florestal diz: "estamos sem lugar pra irmos, pois o apartamento nos foi cedido com muita conversa, pq os alunos já estão sendo mal vistos por sempre atrasarem o aluguel, pq a FUNAI não repassa em dias certos".... "Como q a FUNAI cobra bons rendimentos dos alunos se o aluno além de se preocupar com o estudo, tem q ficar na incerteza de se vai estar bem se a bolsa não sair", Zeferino, discente de Biologia. Agora os alunos não tem pra onde ir... Como fica a questão FUNAI??

Eu Tony Leao Santana, estudante de medicina. Um dos despejados...

segunda-feira, 12 de julho de 2010

SEMANA INDÍGENA NA UNB


Dias 11 e 12 de agosto de 2010, a Universidade de Brasília contará com um evento especial, realizado pela Associação dos Acadêmicos Indígenas- AAIDF com apoio da Fundação Universidade de Brasília. O evento estará recheado de palestras, vídeos, painés, danças tradicionais entre outros.

PROGRAMAÇÃO SEMANA INDÍGENA 11 e 12 de agosto de 2010:

QUARTA-FEIRA 11/08

  • 9:00 às 16:00 hs - Local: ICC/SUL - Exposição e venda de artesanatos;

  • 11:00 hs - Local: Térreo RU - Abertura e exposição permanente de banners e fotografias;

  • 11:30 hs - Local: RU - Caminhada ao Anfiteatro 09 - Dança Toré;

  • 12:00 hs - Local - Anf 09 - Debate: Ações afirmativas e Cotas no contexto indígena. Convidados: Gersem Baniwa (SECAD/MEC), Deborah Santos (ADAC), Maria Helena de Biaso (CGE/FUNAI) e Nina Paula Ferreira Laranjeira (DEG/DAIA). Moderadora: Profª Ana Paz.

  • 14:00 às 16:00 hs – Local: Tenda Praça Maior – ICC/SUL – Oficina de pintura corporal – Hauni Monteiro Karipuna;

  • 18:00 hs – Teatro de Arena UnB – Momento espiritual: Ritual sagrado – Santuário dos Pajés e acadêmicos indígenas.

QUINTA-FEIRA 12/08

  • 9:00 às 16:00 hs - Local: ICC/SUL - Exposição e venda de artesanatos;

  • 11:00 às 14:00 hs – Local RU - Exposição permanente de banners e fotografias;

  • 12:00 hs - Local - Anf 09 – Dança típica

  • 12:10 hs - Local - Anf 09 – Debate: A universidade e as comunidades indígenas.

Convidados: Edilson Baniwa – Doutorando em linguística – UnB, Prof. Aryon Rodrigues (LALI), Profª Ana Suelly Cabral (LALI) e Álvaro Tukano (Liderança Indígena). Moderador: Josinaldo Atikum (estudante indígena).

  • 13:40 hs – Local Anf 09 – Palavra do presidente da AAIDF- Tanielson Poran – Potiguara

  • 13:50 hs – Local Anf 09 – Tembi'u.


Local: Universidade de Brasília
Debates e danças- ANF: 09;
Restaurante Universitário (RU)- Exposição de painéis e fotos.
ICC SUL- Exposição de artesanatos.

Datas: 11 e 12 de agosto de 2010.

Participem....!

ENCONTRO DE SABERES NA UNB- 13 à 16 de JULHO DE 2010.


A Universidade de Brasília, através do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia (INCT) de Inclusão no Ensino Superior e na Pesquisa, tem a honra de convidar V.S.ª para o Seminário Internacional Encontro de Saberes: A Inclusão das Artes e dos Saberes Indígenas, Afro-Americanos e das Comunidades Tradicionais no mundo Acadêmico.
O evento será dividido em 2 etapas:
*13 e 14/07 – Abertura e Apresentação de Painéis para debater as experiências de Universidades na
América Latina e Brasil que desenvolvem projetos de inclusão de saberes tradicionais em
seus cursos, disciplinas e programas de extensão.

*15 a 16/07 – Realização de Oficinas de trabalho compostas por mestres indígenas/afro-brasileiros e docentes acadêmicos nacionais e internacionais para discutir metodologias e procedimentos que visam embasar a preparação de cursos que os mestres tradicionais devem ministrar na Universidade de Brasília no segundo semestre de 2010.
Contamos com a presença de todos!

Local: Auditório Dois Candangos - Campus Universitário Darcy Ribeiro, Faculdade de Educação (Prédio FE 5), Asa Norte, Brasília-DF.

terça-feira, 19 de janeiro de 2010

Vestibular UnB 2010- 98 candidatos indígenas prestaram vestibular

O processo seletivo oferece 10 vagas em cinco cursos da Universidade de Brasília

98 estudantes indígenas fizeram as provas do vestibular da Universidade de Brasília (UnB) no último sábado, 16 de janeiro. Do total de 162 inscritos e homologados, 69 não compareceram aos locais de prova. Mais cinco candidatos que aguardam resultado de recurso contra indeferimento de inscrição também fizeram as provas. Caso os recursos não sejam aceitos, os exames serão desconsiderados.

São oferecidas 10 vagas para o 1º semestre de 2010 nos cursos de graduação em Agronomia, Enfermagem e Obstetrícia, Engenharia Florestal, Medicina e Nutrição. Além da capital federal, as provas foram aplicadas nas cidades de Barra do Corda (MA), Barra do Garças (MT), Ji-Paraná (RO) e Redenção (PA).

PROVAS - Os candidatos fizeram provas objetivas de Língua Portuguesa e Literaturas em Língua Portuguesa, Matemática, Biologia, Física, Geografia, História, Química. Também foi aplicada uma redação em Língua Portuguesa. A divulgação do gabarito preliminar das provas objetivas está prevista para a próxima terça-feira, dia 19. O resultado final, com a relação dos candidatos aprovados em primeira chamada, deverá ser divulgado no dia 10 de fevereiro. Na ocasião também será divulgado o calendário para registro acadêmico. Já o início das aulas está previsto para o dia 8 de março.

Os 10 aprovados irão se juntar aos outros 44 indígenas de mais de 10 etnias que freqüentam a Universidade de Brasília desde 2004, quando a instituição firmou convênio com a Fundação Nacional do Índio (Funai) para a realização do processo seletivo. No início, o ingresso era feito por meio de transferência facultativa e, a partir de 2006, a Universidade passou a organizar o vestibular exclusivo para esse público.

Os cursos oferecidos são indicados pela Funai, segundo as necessidades apontadas pelas comunidades indígenas. “Em geral, as áreas de saúde e ciências do campo são as que têm mais demandas, mas já estamos conversando sobre a possibilidade de oferecer outros cursos, como Direito”, explica o coordenador de apoio pedagógico da Funai, Gustavo Menezes.

A área de saúde foi a escolhida pelas adolescentes da etnia Tupiniquim, Débora dos Santos, 16 anos, e Taís dos Santos, 17 anos. Ambas moram na aldeia Pau Brasil, no Espírito Santo. Débora concorre a uma vaga em Enfermagem e Taís, em Medicina. “È o meu sonho desde criança”, diz. Elas contam que se prepararam para as provas em cursinho pré-vestibular ou estudando em casa e dizem que estão prontas para mudar para Brasília caso sejam aprovadas. “As expectativas são as melhores possíveis”, reforça Débora.

INTEGRAÇÃO - No final de 2008, a UnB criou a Comissão Permanente de Acompanhamento de Ingressos Especiais, responsável por receber e integrar os alunos indígenas à rotina da Universidade. “Podemos sentir que a relação dos estudantes com a UnB ficou muito melhor a partir da implantação desse trabalho”, explica a diretora de Acompanhamento e Integração Acadêmica da UnB, Nina Laranjeira.

Para 2010, está programada uma recepção na fazenda Água Limpa, de propriedade da Instituição. O encontro de boas-vindas aos calouros é organizado junto com os alunos indígenas veteranos. “Para este ano, já reservamos uma sala especial para esses alunos se reunirem e estudarem”, completa a diretora.


fonte: http://www.unb.br/noticias/unbagencia/unbagencia.php?id=2847

Luiz Tukano

Entrevista Estudantes Unb- Darcy Ribeiro

No mês de Dezembro de 2009 saiu a entrevista dos estudantes indigenas da UnB na revista Darcy Ribeiro (revista da Universidade de Brasília) e agora ela disponibilizou em pdf, a reportagem completa.
Para aqueles que se interessarem em fazer essa leitura, abaixo se encontra o link para baixar a reportagem.

http://www.revistadarcy.unb.br//wp-content/uploads/2009/12/darcy03_reportagem.pdf

sexta-feira, 13 de novembro de 2009

VESTIBULAR INDÍGENA UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA 2010

unbfunai2

A Fundação Nacional do Índio (FUNAI) e a Fundação Universidade de Brasília (FUB), considerando o convênio firmado em 13 de maio de 2004, comunicam a realização de processo seletivo destinado a selecionar candidatos indígenas para provimento de vagas nos cursos de graduação em Agronomia, Enfermagem e Obstetrícia, Engenharia Florestal, Medicina e Nutrição, no 1º semestre de 2010, oferecidos pela Universidade de Brasília (UnB).

VAGAS: 10

Local: As inscrições deverão ser efetuadas pelo candidato em formulário próprio, que deverá ser enviado, no período de 16 de novembro a 9 de dezembro de 2009, via SEDEX ou carta registrada com aviso de recebimento, para a Central de Atendimento do CESPE/UnB – Processo Seletivo FUNAI/UnB – Caixa Postal 4488, CEP 70904-970, Brasília/DF.

DAS INSCRIÇÕES NO PROCESSO SELETIVO

- O processo seletivo de que trata o presente comunicado será restrito a candidatos indígenas.
- Os formulários de inscrição estarão disponíveis na Internet, no endereço eletrônico

http://www.cespe.unb.br/vestibular/conveniofunai_2010, na sede da Fundação Nacional do Índio, em
Brasília, e nas demais administrações executivas regionais ou núcleos de apoio locais, listados no Anexo I
deste Comunicado.
- Serão consideradas apenas as inscrições cujos formulários forem enviados com data de postagem
até 9 de dezembro de 2009.

NO EDITAL consta que:

3.3 No ato da inscrição, o candidato deverá encaminhar a documentação a seguir:
a) ficha de requerimento de inscrição correta e completamente preenchida, conforme Anexo II deste
Comunicado;
b) cópia de documento oficial de identidade, com fotografia, assinatura e número do Registro Geral
nítidos e sem rasuras;
c) cópia do comprovante de conclusão do ensino médio;
d) cópia do histórico escolar do ensino médio;
e) declaração de auto-reconhecimento do candidato, na qual deverá identificar o povo e/ou a
comunidade indígena a qual pertence, bem como sua relação detalhada com a aldeia e exposição de
motivos que o levaram a escolher o curso ao qual concorre, conforme Anexo III deste Comunicado;
f) questionário sócio-cultural, conforme Anexo IV deste Comunicado;
g) declaração de compromisso de que irá contribuir com atividades na área do curso escolhido junto a seu
povo e/ou comunidade, conforme Anexo V deste Comunicado;
h) documento de indicação e reconhecimento de seu povo, comunidade ou de uma organização indígena
com assinatura, obrigatoriamente, de 5 lideranças reconhecidas pelo seu povo indígena, conforme Anexo
VI deste Comunicado;
i) requerimento de atendimento especial, conforme subitem 3.13 deste Comunicado, se for o caso.
3.3.1 Se houver cacique/tuxaua e/ou pajé na aldeia, deverão ser incluídas suas assinaturas, entre as 5
assinaturas de lideranças necessárias, conforme alínea h do subitem 3.3 deste Comunicado.
3.3.1.1 Nos casos de indicação e reconhecimento pelo povo ou comunidade, conforme alínea h do
subitem 3.3 deste Comunicado, é necessário que tanto a coletividade quanto a(s) pessoa(s) que assina(m)
a declaração seja(m) claramente identificada(s).
3.3.1.2 Nos casos de indicação e reconhecimento por organização indígena, legalmente constituída de
acordo com a legislação civil, conforme alínea h do subitem 3.3 deste Comunicado, deverá ser feito o
devido preenchimento em papel timbrado e/ou utilizando carimbo da organização, constando no
documento tanto o nome da organização conforme seu Estatuto Social, quanto o seu CNPJ;
3.4 A ficha de requerimento de inscrição, as declarações, o questionário sócio-cultural e o documento de
indicação a que se refere o subitem anterior poderão ser entregues manuscritos, desde que em letra
legível. Os respectivos modelos estarão igualmente disponíveis na Internet, no endereço eletrônico
http://www.cespe.unb.br/vestibular/conveniofunai_2010.

Fonte: http://www.cespe.unb.br/vestibular/conveniofunai_unb2010/

logo-marca-unb-indigenas


Luiz Tukano

sábado, 3 de outubro de 2009

Manifesto Indígena na UnB

A Universidade de Brasília obteve um novo olhar sobre a questão indígena na universidade. Ontem no dia 02/10/2009, foi realizado o primeiro manifesto indígena dentro da Universidade. Os estudantes indígenas da UnB, juntamente com os vários movimentos indígenas como Santuário dos Pajés, Associação dos Povos Indígenas do Cerrado, Núcleo de Ação e Estudos Indigenistas- UnB Alvaro Tukano e demais colaboradores.

O manifesto percorreu dentro da UnB, passando pela Faculdade de Saúde, ICC SUL- NORTE e teve sua finalização no Restaurante Universitário- RU.

O tema abordado por todos era: NÃO AO PRECONCEITO! UNB É MULTICULTURAL.

No decorrer do manifesto, outros estudantes aderiram e se uniram para dançar o toré.

Para os estudantes indígenas da UNB, movimento como esses é bastante importante para acabar com o preconceito indígena, dentro das universidades do Brasil. A multiculturalidade é importante dentro das universidade e deve ser prevalecido.

Abaixo fica um pouco do manifesto realizado dentro do Restaurante Universitário- RU- UNB.



video